7 de dezembro de 2020
Lidney Castro (esquerda), Vilmar Schindler, vice-presidente da CBTM (centro), e Alaor Azevedo (direita). Foto: Daniel Zappe.

Com profundo pesar, a Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) informa o falecimento do presidente da Federação de Tênis de Mesa do Estado de São Paulo, Lidney Castro Vallejo, de 75 anos, que presidia a entidade desde 2002. Ele foi vítima de complicações da Covid-19 e deixa esposa, Telma, e três filhos: Tommy, Neyzinho e Thammy.

“Lidney era, antes de tudo, um gentleman. Um grande apoiador da CBTM, amante da família, vibrava com as nossas conquistas nacionais e internacionais. É uma grande perda para o tênis de mesa brasileiro”, disse o presidente da CBTM, Alaor Azevedo, que fez questão de deixar um abraço a todos os membros da família.

“Estive com ele recentemente, em Santos. Estava extremamente alegre, animado. Uma pessoa extremamente dedicada ao tênis de mesa. Foi-se um amigo”, ressaltou o medalhista olímpico Lars Grael.

“A notícia tirou um pedaço de mim. Estou sem palavras”, disse a técnica Lígia Silva, atleta que construiu toda a sua carreira em Santos e era muito próximo de Lidney.

O primeiro dia de disputas do TMB Platinum – Campeonato Brasileiro, no Rio de Janeiro (RJ), teve o respeito de um minuto de silêncio antes do início dos jogos. A diretoria e os colaboradores da CBTM, profundamente consternados, manifestam os sentimentos aos familiares e amigos do ex-dirigente.

Fonte: Assessoria de Imprensa – CBTM

06/12/2020 12h20